23 Feb 2024 Ellipse ATUALIZADO 06:23

Publicado

04/01/2021

Atualizado

31/01/2024
Publicação

A CASA DAS SETE MULHERES: A NOVA CÂMARA MUNICIPAL DE ASSÚ

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Faculdade Bagozzi (Curitiba) e Editor Chefe do Observatório da Várzea.

As eleições de 2020, longe dos emaranhados jurídicos impetrados pela oposição, nos presenteou com um desenho agradável aos olhos de qualquer pessoa que lute por justiça e igualdade de direitos no meio político. A ampliação da bancada feminina (se é que podemos chamar assim, pela diversidade ideológica e interesses) nos trouxe a impressão de que as pessoas estão cada vez mais acreditando nas capacidades das mulheres em cargos públicos e eletivos.

Diferentemente da Obra de Leticia Wierzchowski, A Casa das Sete Mulheres de Assú não é composta por mulheres acuadas e distante da vida política. Pelo contrário, por aqui, diferentemente das protegidas de Bento Gonçalves, as mulheres romperam as barreiras do machismo estrutural e, como heroínas, subiram à tribuna legislativa para mostrar ao povo assuense que há lugar para as mulheres onde elas quiserem.

Além de todas as vereadoras terem sido reeleitas(Elisangela Albano, Beatriz Rodrigues e Delkiza), com uma chegando à Vice prefeitura(Fabielle Bezerra), chegam à Câmara municipal mais quatro mulheres, a saber, Karielle Medeiros, Avinha Alves, Lucianny Guerra e Sonia da Pesca. É, de fato, um avanço dentro de uma conjuntura política oligárquica e tradicionalmente patriarcal em que estamos acostumados a viver.

É claro que muitas outras barreiras devem ser rompidas e outras minorias precisam de representação, como por exemplo as periferias (incluindo a Várzea) e movimentos LGBT. É exatamente aqui que reside nossa crítica. Embora seja um avanço, sabemos que há relatos de compra de votos, dos mais novos aos mais velhos, que insistem atrasar nosso município, voltando ao coronelismo, típico do período em que foi escrito o romance “A casa das sete mulheres”.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS