22 Feb 2024 Ellipse ATUALIZADO 01:53

Publicado

04/09/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

A guerra declarada que desmoronou a Oposição de Ipanguaçu

Por Silvino Júnior, graduando em jornalismo (UERN), Assistente de Planejamento da Produção (SENAI) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Se em 2020, Assú teve uma eleição decidida por 5 votos, a vantagem no mesmo ano em Ipanguaçu, cidade vizinha, foi de 84 votos. Valderedo foi reeleito prefeito da cidade, dois anos depois, o TSE cassou seu mandato. Dois vereadores duelaram até o último minuto pela vaga de prefeito interino e, por fim, uma eleição suplementar aconteceu em março de 2023 e o município ganhou um novo gestor. Derrotado por uma diferença de 29 votos há 6 meses, o vereador Jefferson Santos contou com o apoio de Valderedo. Aliados no passado recente, hoje são inimigos declarados e uma troca de acusações provocou conflitos, rachou e desmoronou a oposição local. O governismo comemorou.

Jefferson sonha em concorrer novamente à prefeitura agora em 2024 e deseja manter a dobradinha tendo o dentista Thales Marinho como seu candidato a vice na chapa. Já o ex-prefeito Valderedo, quer lançar o nome do empresário Pedro Neto para a disputa e garantiu que não vai abrir mão disso.

Valderedo em entrevista à rádio 104FM, expôs a guerra declarada que acontece dentro da oposição de Ipanguaçu e que tem corroído toda a base. Ele revelou ao vivo que tem sido isolado pela cúpula do grupo, que não teve poder de decisão para indicar o vice na chapa formada para disputar a eleição suplementar de março, alegou que não foi bem tratado internamente e que sua irmã, que atuou como Secretária de Saúde na cidade, foi constrangida quando foi comprar medicações junto a um fornecedor e teve o pedido recusado. Na época, Jefferson era prefeito interino e teria preferido que seu irmão tivesse o controle sobre esse tipo de compra, ao invés da irmã de Valderedo.

Diante dessa exposed, o pai de Jefferson Santos, Gordo do Baldum, injetou mais gasolina nesse incêndio e chamou Valderedo de mentiroso em um áudio que circula em grupos de WhatsApp da cidade.

Pela noite, no mesmo dia da entrevista, Jefferson, Thales e Gordo se reuniram para avaliar o estrago causado pelas declarações de Valderedo. A um ano da eleição, a Oposição de Ipanguaçu chega totalmente desarrumada, dividida e carregada de brigas. Se nada mudar, o cenário de hoje é que três candidatos lutem pela cadeira de prefeito.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS