03 Mar 2024 Ellipse ATUALIZADO 12:44

Publicado

29/05/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Após adesão de Odelmo e Beatriz, gestão de Gustavo Soares dá as costas para Chico de Linda Flor

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Unibagozzi (Curitiba) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Amigos e eleitores de Chico de Linda Flor nos procuraram para relatar alguns episódios em que começam a perceber a desvalorização clara e inequívoca da gestão de Gustavo Soares, especialmente ao que se refere aos pleitos do suplente de vereador da comunidade que faz parte da base da gestão.

Além disso, chama a atenção que um aliado como Chico não tenha nenhuma participação na gestão, mesmo tendo ajudado e continuado seu apoio ao segundo mandato de Gustavo Soares. Pelo contrário, dizem aliados, a gestão passou a favorecer ex-opositores e descantear quem sempre esteve ao lado.

Na eleição de 2020, Chico de Linda Flor obteve 352 votos nas urnas da comunidade demonstrando-se muito forte pois trabalhou voto a voto, sem estrutura financeira, tendo como sua principal concorrente a vereadora Beatriz Rodrigues que, mesmo contando com uma estrutura e o apoio do seu pai e ex-vereador Odelmo Rodrigues, obteve 425 votos.

Aliado de primeira hora dos Soares, Chico foi colocado na geladeira da política assuense precisará repensar seu posicionamento, uma vez que todas as graças da gestão estão direcionadas à Bia e Odelmo, que começam a responder pela gestão dentro de Linda Flor e na Várzea, o que também já está incomodando os vereadores Elizângela Albano e Valterlandio.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS