23 Jun 2024 Ellipse ATUALIZADO 20:44

Publicado

29/05/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Após foto com a Dra. Vanessa viralizar, Fabielle sofre ataques e é bloqueada em conta institucional

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Unibagozzi (Curitiba) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Assim que uma foto com a Dra. Vanessa dominou todas as rodas de conversas e congestionou a internet do povo assuense, a máquina de destruição da Prefeitura Municipal do Assú, composta por cargos comissionados e sócios da família Soares entrou em campo para desmoralizar a vice-prefeita, sugerindo que, se ganhar as eleições, não serão as mulheres que irão governar.

Além de exibir fotos dos maridos e supostos patrocinadores de campanha, os comentários nos grupos de WhatsApp tentaram conter os danos insinuando coisas a respeito das duas mulheres e criando narrativas para confundir a cabeça dos assuenses, numa tentativa de emplacar uma imagem negativa da divulgada por Vanessa e Fabielle.

Em contrapartida, Fabielle Bezerra confessou a este observador que descobriu estar bloqueada na conta institucional da Secretaria de Assistência Social, pasta comandada pelo primo do prefeito, Lula Soares, e seu principal oponente na corrida ao poder executivo.

A campanha de 2024 parece ser bem disputada e, por isso, já começam a sinalizar o tipo de comportamento que será o tom deste pleito. O machismo escondido por trás de uma imagem insinuando a incapacidade de duas mulheres governarem uma cidade como Assú reflete a mesma situação em que pôs a primeira e única prefeita de Assú, Maroquinha, que foi expulsa a chicotadas da cidade pela mesma oligarquia que insiste em chamar o Assú de “sua”.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS