03 Mar 2024 Ellipse ATUALIZADO 13:26

Publicado

26/10/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

ASSENTADOS DENUNCIAM COAÇÃO DO GENERAL GIRÃO POR VOTO EM BOLSONARO

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Faculdade Bagozzi (Curitiba) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Sob pretesto de que teria assuntos relacionados ao INCRA para a população do Assentamento Nova Descoberta, no município de Assú, o Deputado Federal, General Girão (PL) e seus cabos eleitorais mobilizaram os moradores da comunidade para que se reunissem no último domingo, dia 23 de outubro.

Vestido de verde a amarelo, o deputado transformou uma visita que poderia ser protocolar, dado o cargo eletivo que exerce, num verdadeiro comício em favor do presidente e candidato a reeleição, Jair Bolsonaro, do mesmo partido de Girão. Em suas redes sociais, o deputado General Girão postou fotos da visita e disse que se tratava de demandas da comunidade, como “instalação de placas solares e a aquisição de maquinários, além da titulação de terras”, escreveu Girão.

Moradores do assentamento, no entanto, nos procuraram para expressar sua indignação, pois as ameaças que saíram da boca do deputado, com a visível intenção de coagir eleitores, nada tinha a ver com a pauta anunciada. Segundo moradores, o deputado afirmou inúmeras vezes que “se Bolsonaro não ganhase as eleições, os títulos de terra não seriam entregues”, o que causou espanto e indignação, expressos nos áudios recebidos por mim.

Sabemos que o título de terras é muito esperado por quem vive em assentamentos, pois garante ao morador o direito de usufruir da terra e estabele uma relação de dignidade do trabalhador com o Estado. Porém, usar do expediente para favorecer um candidato à reeleição, em tom ameças, é no mínimo constrangedor para o povo que espera tanto de autoridades constituídas.

O clima de decepção com a visita do deputado aflorou e motivou moradores a fazerem as denúncias, uma vez que perceberam a intenção meramente politiqueira, na tentativa de angariar votos das mais de 100 famílias que compõem o assentamento, usando da coação, dada a sua autoridade federal.

Estamos observando….

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS