17 Jun 2024 Ellipse ATUALIZADO 17:15

Publicado

27/07/2021

Atualizado

31/01/2024
Publicação

ATÉ AGORA, NENHUM PARABÉNS A ELISANGELA

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Faculdade Bagozzi (Curitiba) e Editor Chefe do Observatório da Várzea.

A eleição da mesa diretora da Câmara Municipal de Assu, para o biênio 2023-2024, além da novidade de ter sua primeira presidenta na história, entra para o livro das curiosidades da política assuense por outros fatores. Até o fechamaneto desta matéria, passadas mais de 12 horas após a eleição de Elisangela Albano(PL), nenhuma liderança do partido, Deputado George Soares, Gustavo Soares e Fabielle Bezerra, fizeram nehuma menção em suas redes sociais parabenizando ou mesmo cumprimentando a correligionária.

Ora, é de se estranhar que a cúpula do partido não esteja feliz (ou pelo menos não expresse publicamente) com a eleição de uma mulher que esteve durante tanto tempo ao lado do grupo político que ajudou a eleger. Causa espécie simplesmente pelo fato de dioturnamente as redes sociais dos líderes do PL fazerem todo tipo de homenagem a todo tipo de pessoas, movimentos, datas comemorativas. Um verdadeiro festival de marketing que vai do luto ao luxo.

Quem acompanha o Observatório da Várzea sabe da nossa luta por uma espaço amplamente democrático, trazendo ao público nosso pensamento voltado para o bem comum e, em especial, para a coisa pública. É justamente por acreditar na Democracia que que nos espanta o silêncio antirrepublicano que impera nas redes dos aqui citados, sem nenhuma expressão de respeito à futura presidenta do legislativo assuense. Um silêncio, talvez, motivado por um orgulho venenoso, com potencial capacidade de implodir planos futuros do grupo.

Na Democracia não cabe rancor, orgulho ou vaidade. É necessário espírito republicano, onde posições e opções diferentes sejam respeitadas. Depois das urnas abertas, com hombridade, respeita-se o resultado, parabeniza-se o adversário e coloca-se à disposição para construir alianças que favoreçam um melhor projeto para a cidade. É justamente o que prega a gestão em relação ao pleito de 2020 e isso deveria ser aplicado dentro da própria base de governo.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS