15 Jul 2024 Ellipse ATUALIZADO 08:13

Publicado

07/07/2020

Atualizado

31/01/2024
Publicação

BALBÚRDIA, TRAIÇÕES, PESQUISAS: E O LUÍS, HEIN?

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Faculdade Bagozzi (Curitiba) e Editor- Responsável do Observatório da Várzea.

A pré-campanha em Assú está a todo vapor. Pelo menos nas lives e programas voltados pro tema, especialmente depois das reviravoltas à partir da desistência do prefeito em concorrer à reeleição, revelando uma sequência de narrativas de tramas, traições, conchavos, chafurdos: balbúrdia geral.

Com todos os olhos voltados pro anúncio da desistência do atual gestor do Município, Gustavo Soares, nesse final de semana passou batido de muita gente a participação do pré-candidato Luís da Funerária no programa de Adailton Amorim na FM89 que, dentre muitas questões, abordou temas corriqueiros que sempre vão e vem em nossa terra.

Alguns ouvintes reclamam que o mesmo não é nascido no Assú e isso é verdade. Porém, algo que pautava campanha em outros tempos, atualmente não tem muita relevância pois boa parte do nosso povo quer saber se o postulante tem alguma proposta a mostrar, não a certidão de nascimento. Pior do que ser “forasteiro” é não ter vinculação nenhuma com seu povo ou ser um completo desconhecido: aparecer do nada pro nada.

No programa, Luís abordou sobre o eterno sobrenome que “eleição sim e a outra também” se apresenta nas urnas, com a clara finalidade de se perpetuar no poder. Além disso, disso que um dos pré-candidatos do grupo situacionista perdeu um tomógrafo que seria doado para a Prefeitura do Assú. Sabendo que o povo que quer algo de positivo para uma eleição como a deste ano, fica difícil ter que encarar e votar em alguém que tem fato que caracteriza verdadeiramente um “desleixo” administrativo.

Com um discurso de empreendedor e desenvolvimentista, Luiz da Funerária prepara seu bloco pra ir à rua e ele mesmo encabeça as bandeiras que pretende defender.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS