15 Apr 2024 Ellipse ATUALIZADO 14:16

Publicado

07/03/2024
Cultura

CIDADES DO RN COMEÇAM A DIVULGAR PROGRAMAÇÃO SOCIAL DO SÃO JOÃO 2024: “UM VERDADEIRO FRACASSO”

MOSSORÓ

Mossoró deu largada e anunciou as principais atrações do São João 2024, insistindo em adaptar a festa junina ao um verdadeiro carnaval fora de época, com direito a Sertanejo e tudo mais.

Ansiosa, a população espera a programação musical e logo se depara com estilos para todos os gostos, com apenas uma pitada de forró tradicional representado pela música do cantor Flávio José.

A programação agrada a alguns, desagrada a outros, e a lógica capitalista segue devastando a cultura e a tradição local em nome “do que dá mais dinheiro”.

Quanto a essa análise e conclusão, dizem que o que atrai é a banda do momento, e que, se colocar nomes tradicionais do forró brasileiro, será um fracasso e o governante se queimará em pleno ano eleitoral.

É triste, mas é verdade.

Forró, Frevo, Axé, Sertanejo, São João e Carnaval não são a mesma coisa.

Por trás de cada festa há uma tradição a ser respeitada. Existem memórias a serem preservadas, e é papel do governante direcionar o povo para esse entendimento e não fazer disso uma via para conquistar ibope em pesquisas, bem como angariar votos e tirar proveito pra si.

A ideia aqui não é analisar para condenar a postura do governante, mas também observar a postura da população que, na sua maioria, é conivente.

ASSÚ

Assú será a próxima cidade a anunciar a sua programação social. É possível sentir a vibe e logo perceber que não será muito diferente de Mossoró.

Tratando-se de Assú, fico mais impactado. Há tempos que o “Maior São João do Mundo” vem perdendo o brilho que a festa social/musical dava aos festejos juninos mais remotos, porque tem insistido em levar para o “Buraco do Prefeito” bandas que não correspondem à tradição do lugar.

Onde estão Alcymar Monteiro, Trio Nordestino, Mastruz com Leite, Jorge de Altino, Eliane, Sirano e Sirino, Elba Ramalho, Alceu Valença…?

Espero que esse ano eu esteja enganado. Mas, se não, logo dirão: “É O POVO QUE QUER”.

O povo precisa e quer tanta coisa – saúde, emprego, moradia, educação – e nem por isso se vê tanto esforço para efetivação do que é básico necessário, ou quando se tem, muitas vezes é de forma precária.

“MAS ISSO É O QUE GERA LUCRO”, dizem os que entendem pouco do real objetivo de quem governa, em ano elitoral.

Gerar lucro que manterá a barriga cheia de alguns por um mês, e no restante do ano o bucho batendo no espinhaço. Não sei se é isso que a maioria deseja.

SALVE A NOSSA CULTURA!!!!

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS