28 Feb 2024 Ellipse ATUALIZADO 21:05

Publicado

30/05/2023
Publicação

Dia 26 De Maio Foi Dia 1º Fórum Municipal De Cultura De Assú

Por Gicardson Lima, Graduado em Letras, Inglês e Português pela UERN, Editor Colaborador do Observatório da Várzea

Artistas, organizações culturais e ativistas do setor cultural estiveram presentes naquele que foi o primeiro Fórum Municipal de Cultura da mais recente criada Secretaria que cuidará dos assuntos relacionados ao setor.

Diante disso, às 8h manhã da última sexta-feira (26/05) diversos segmentos do meio artístico se fizeram presentes à convenção comandada pela Secretária Yamara Santos e Paulo Sérgio de Sá Leitão, Secretário adjunto, os quais objetivaram a seguinte assembleia realizada nas dependências do Cine Teatro Pedro Amorim como um momento de diálogo por meio de uma palestra com a seguinte temática: “Qual cultura queremos para o Assú?”

Sem dúvida foi um momento para estreitar as ações da pasta com as dos fazedores de arte e apoiadores da cultura local, e assim estabelecer os próximos passos a serem tomados.

Na ocasião foi exposto para todos os presentes a importância dos artistas se organizarem institucionalmente falando para a obtenção de recursos tanto de origem federal quanto estadual, como são os casos das Lei de incentivo Paulo Gustavo e Aldir Blanc já discutidas em matérias anteriores aqui no Observatório da Várzea.

Durante o evento matutino foi composto o Conselho Municipal de Políticas Culturais, o qual tem a representatividade de diversos artistas em vários segmentos culturais, algumas delas são: música, teatro, literatura, artes visuais, dança dentre outras.

Vale salientar que a comissão eleita em fórum será responsável por articular os destinos de verbas direcionadas ao setor. Diante de tudo que foi exposto até aqui podemos afirmar que a cena da arte do município de Assú ganha bastante relevância nos últimos meses, desde a ação de resgatar o Auto de São João Batista pela atual gestão.

Desse modo, uma atmosfera positiva envolve aqueles que de certa forma sempre esperaram uma atitude diferente por parte do executivo assuense. Pois, os gestões passados, e lógico, atuais também nunca tiveram a pasta de cultura como prioridade ou relevante.

Não é a questão de que não existia nem ao menos um Ministério da Cultura, pois esse fato se deu apenas nos últimos 4 anos, tendo em vista que há décadas que esperamos pelo desmembramento entre as secretarias de Educação e Cultura, fato no qual já é realidade, além de ter a frente da pasta uma representatividade genuinamente artística nos faz ansiar por dias melhores em que a cultura local terá seu verdadeiro posto e os artistas o seu devido respeito.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS