12 Jul 2024 Ellipse ATUALIZADO 16:21

Publicado

12/01/2024

Atualizado

31/01/2024
Política

Em nota cheia de ressentimento, George Soares se manifesta sobre rompimento com João Maia

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Unibagozzi (Curitiba) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

No fim da tarde desta sexta- feira, dia 12, o deputado George Soares soltou uma nota em que afirma ter sido pego de surpresa com a aproximação de João Mais aos seus adversário na política local. Ontem, João Mais deu entrevista relatando seu encontro com Ivan Júnior e Fabielle, que aconteceu na última terça- feira, a fim de lançar uma chama composta por fabielle e Vanessa em Assú.

Além de parecer chocado com a imagem de João Maia de mãos dadas com Ivan, George se disse espantado com o “gesto do deputado de expor publicamente o teor de uma mensagem privada, enviada a um assessor seu”. Na entrevista dada ao Jornal da Cidade, na 94 FM, João Maia afirmou que George alegava ter dificuldades em votar no deputado federal, o que teria sido o motivo do rompimento.

No entanto, George Soares confirma que a frase foi dita, sim, e endereçada ao seu assessor pois tentava muitas vezes falar com João Maia e este não respondia. O deputado de Assú segue sua nota dizendo que teve dificuldades em pedir voto para o “presidente do partido de Bolsonaro”, especialmente em Assú onde, segundo ele, tem “um eleitorado 73% lulista”.

Em sua nota pesada, George acusa Ivan e Fabielle de terem conspirado contra Gustavo e o próprio João e disse não haver motivos para o deputado federal “se abraçar com Ivan e Fabielle em Assú”, deixando o palanque onde sempre foi acolhido em Assú.

Porém, nesta narrativa exposta por George Soares há algumas lacunas que, por astúcia ou desonestidade, não foram preenchidas. A população de Assú acompanhou as eleições de 2018 e 2022. Em ambas, Fabielle Bezerra, seja como vereadora mais votada ou como vice- prefeita, atuou e pediu votos para João Maia, fazendo parte da frente que ajudou João em Assú. Em segundo lugar, a população (e João Maia também), acompanhou a agonia e sufocamento político em que o grupo de George colocou a vice- prefeita, em nome de um projeto de perpetuação da família Soares no poder. Isso não poderia passar despercebido.

O ressentimento de George é compreensível, mas o espanto e a perplexidade constam apenas na nota. Na vida real ele já aguardava, especialmente pelo fato de, nos bastidores, atrair correligionários de João Maia para o seu partido e federação, o que pode ter agravado sua relação com o deputado federal e padrinho político. A gratidão, também referida na nota, fica só no papel, pois, ao final, envolto de amargura e ressentimento, George acusa os adversários (dentre eles João Maia) de não pensarem na cidade. como falar isso de alguém que sempre esteve presente com emendas e apoiando sua família nos projetos políticos, tantas vezes elogiado por eles mesmos?

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS