23 Jun 2024 Ellipse ATUALIZADO 04:09

Publicado

30/12/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Exemplo: Ipanguaçu incentiva a economia cultural

O Município vivenciou na noite de ontem, 29/12, mais uma edição da Feira de Arte e Cultura.

Quando se pensa em fomento a arte e a cultura logo nos remetemos a iniciativas que promovam segmentos artísticos/culturais objetivando propagar suas linguagens. Todavia, muitos gestores esquecem de um detalhe significativo para todo e qualquer artista: a possibilidade de viver de sua arte. Por isso, a cidade de Ipanguaçu está de parabéns no que se diz respeito ao incentivo a economia cultural local. A iniciativa de promover A FEIRA DE ARTE E CULTURA é mais que válida, uma vez que o intuito do evento não se restringe somente ao estimulo ao acesso à cultura e as artes que são produzidas pelos artesãos e artistas ipanguaçuenses, mas também estimula boa parte da economia que envolve o trabalho informal. Uma vez que a referida Feira é responsável por trazer o melhor da produção local, uma excelente vitrine capaz de elevar as potencialidades latentes do setor artístico e valorizar a cultura. A Feira de Arte e Cultura de Ipanguaçu expõe o que há de melhor na produção local como: comidas típicas, músicas, apresentações artísticas e elementos culturais da cidade.

Fica assim, portanto, o exemplo de Ipanguaçu a outras cidades do Vale do Açu, onde há municípios que se utilizam de suas manifestações culturais como autopromoção da gestão municipal, e desse modo lidam com a arte e a cultura como instrumentos de mídias e esquecendo do que é mais essencial, o fomento, e fomentar a economia cultural é muito relevante quando se vive em localidades onde a oportunidade de trabalho é escasso e de dependente do poder público. Por fim, fica mais uma vez os parabéns aos envolvidos pelo projeto de muita relevância a sociedade de Ipanguaçu.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS