20 Jun 2024 Ellipse ATUALIZADO 09:01

Publicado

14/01/2024

Atualizado

31/01/2024
Política

Governo do RN deixa Assú fora da lista reformas de casas de cultura popular

Graduado em Letras, Inglês e Português pela UERN, Articulador Cultural, M.C., Apresentador e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

De acordo com as informações no Portal do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, o executivo estadual realizou uma reunião com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para discutir a recuperação e revitalização das Casas de Cultura no estado. No entanto, não foi mencionado que a Casa de Cultura Popular – Sobrado da Baronesa – Assú/RN será contemplada com essa revitalização.

As Casas de Cultura Popular são espaços culturais que foram criados em 2003 com o objetivo de descentralizar e democratizar as ações culturais do estado. Atualmente, existem 27 Casas de Cultura em funcionamento no Rio Grande do Norte. Esses espaços são importantes para a preservação e promoção da cultura potiguar. 

No entanto, é importante ressaltar que nem todas as Casas de Cultura serão contempladas com a revitalização. O projeto de recuperação abrange um conjunto de 15 espaços culturais, são prédios, casarões históricos, sobrados neocoloniais, antigas estações de trem e usinas de beneficiamento de algodão estão localizados em 15 municípios: Alexandria, Caraúbas, Cruzeta, Currais Novos, Florânia, Grossos, Janduís, Jardim do Seridó, João Câmara, Lajes, Macaíba, Parelhas, São José do Campestre, Umarizal e Viçosa. Portanto, é possível que a Casa de Cultura Popular – Sobrado da Baronesa localizada em Assú não esteja incluída nesse projeto específico.

A secretaria extraordinária da Cultura e a Fundação José Augusto (FJA) têm trabalhado para retomar o projeto de 2021, que foi aprovado no Edital do BNDES. Esse projeto visa a recuperação do espaço físico das Casas de Cultura Popular, renovação do mobiliário dos auditórios e aquisição de equipamentos. A secretária de Cultura do Assú, Yamara, já se posicionou e informou que irá acionar a coordenação das casas de cultura um esclarecimento e ver a possibilidade de incluir a Casa de Cultura Popular de Assú nas revitalizações. Apesar de o Sobrado da Baronesa não ser de domínio do Governo do Estado, desse modo, a secretária Yamara está empenhada em buscar a melhor forma de incluir Assú na lista de cidades contempladas, mesmo com esse impedimento.

É importante destacar que a gestão municipal do Assú, liderada pelo prefeito Gustavo Soares e com o apoio do deputado George Soares, é alinhada com a ala situacionista do Governo Estadual, encabeçado pela governadora Fátima Bezerra. Essa relação política pode abrir a possibilidade de a Casa de Cultura Popular de Assú ser contemplada no projeto de revitalização, apesar de não ter sido inicialmente incluída.

É importante ressaltar que o conjunto arquitetônico do Sobrado da Baronesa, que também abriga a Secretaria Municipal de Cultura, atende às especificações que selecionam os prédios que serão reformados. Portanto, existe a possibilidade de solucionar essa questão por meio de um diálogo entre as partes envolvidas.

Nesse sentido, a secretária Yamara, juntamente com a coordenação das casas de cultura, pode buscar uma articulação com o Governo Estadual e o BNDES para viabilizar a inclusão da Casa de Cultura Popular de Assú no projeto de revitalização. Um diálogo construtivo pode ser uma forma de resolver o impedimento inicial devido à propriedade do Sobrado da Baronesa não ser de domínio do Governo do Estado.

Portanto, a possibilidade de ter a Casa de Cultura Popular de Assú contemplada no projeto de revitalização não é irreal, desde que seja estabelecido um diálogo entre as partes envolvidas para buscar uma solução que atenda aos interesses da preservação e revitalização desse importante patrimônio cultural.

No entanto, é necessário aguardar informações adicionais para saber se a Casa de Cultura Popular – Sobrado da Baronesa será contemplada com revitalização em algum momento futuro.

Estamos observando…

Referências:

 Fonte: Portal do Governo do Estado do Rio Grande do Norte

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS