18 Jun 2024 Ellipse ATUALIZADO 23:04

Publicado

13/12/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Ipanguaçu pode ter novo prefeito antes mesmo da eleição suplementar

Por Silvino Júnior, graduando em jornalismo (UERN), Assistente em Planejamento da Produção (SENAI) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Em maio de 2021, os parlamentares que compõem a Câmara Municipal de Ipanguaçu anteciparam a eleição para presidente da casa e elegeram o vereador Júnior Alcântara para assumir o biênio 2023-2024. Ocorre que em julho deste ano, a base governista orquestrou uma manobra política, anulou o pleito que Júnior saiu vencedor e promoveu uma nova eleição para presidente da câmara. Jefferson Santos, que já estava na função, foi reeleito para mais dois anos. Isso permitiu que ele ocupasse o executivo como prefeito interino, diante da cassação do agora ex-prefeito Valderedo Bertoldo.

O processo que afastou Valderedo atingiu o vereador Josimar Lopes, que acabou perdendo o cargo. A saída de Josimar permitiu que a eleição da câmara fosse anulada, uma vez que ele era o segundo secretário da mesa diretora e a resolução da casa diz que “será considerada nula a eleição quando for verificada a existência de vacância de qualquer dos cargos dos membros da chapa vencedora”.

Diante dessas circunstâncias, a Câmara de Ipanguaçu realiza nesta quarta-feira (14), uma nova eleição para presidência do poder legislativo com o placar do jogo invertido. A oposição se tornou maioria e deve eleger o vereador Doel Soares, aplicando uma dura derrota para o grupo de situação que contava até pouco tempo com o apoio dele. Júnior Alcântara, que foi eleito em maio de 2021 para presidência e teve o pleito anulado, recorreu da decisão e aguarda em segunda instância o parecer judicial.

Portanto, há chances de Doel Soares ou Júnior Alcântara se tornarem o novo prefeito de Ipanguaçu a partir de 01 de janeiro e conduzir a oposição ao poder. Enquanto isso, Jefferson Santos que exerce o mandato de prefeito interino, corre o risco de deixar o comando do governo e fragilizar ainda mais a base de situação. A eleição suplementar de Ipanguaçu está marcada para dia 5 de março.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS