19 May 2024 Ellipse ATUALIZADO 18:57

Publicado

14/04/2024
Política

Membro do PT assuense afirma que Izabela Morais foi indicada como vice de Lula Soares pelo pela Executiva do partido

Nos bastidores da política em Assú, o Partido dos Trabalhadores (PT) está no centro das atenções, com uma disputa interna acalorada sobre a escolha do vice para a candidatura de Lula Soares. Em conversa de grupo de WhatsApp, João Nogueira, membro do diretório local do PT, anunciou que a Executiva do partido aprovou Izabela Morais, filha de Inês Almeida, como a escolha para o posto, inclusive com apoio de Júnior do Trapiá, recém filiado ao partido da governadora Fátima Bezerra.

No entanto, essa decisão não foi unânime. Dentro do grupo que apoia Lula Soares, surgiram divergências quanto à escolha do vice. Alguns membros defendem Kécia Maia, outros apoiam Beatriz Rodrigues, e ainda há quem prefira Júnior do Trapiá. Essa disputa interna tem gerado tensão e especulações sobre os possíveis desdobramentos para a campanha eleitoral.

A influência de Inês Almeida, assessora da governadora Fátima Bezerra, também está em jogo. Sua conexão com o governo estadual pode influenciar a escolha do vice, especialmente considerando que Izabela Morais é sua filha. A presença de Izabela ao lado da governadora em eventos públicos recentes levanta questões sobre sua ascensão na política local e seu papel na futura administração municipal.

Embora Izabela Morais não seja uma figura conhecida na política local, sua ligação com Fátima Bezerra e o apoio de Inês Almeida podem impulsionar sua candidatura. No entanto, a disputa interna no grupo liderado por George Soares em Assú e as diferentes facções dentro dos partidos podem complicar sua posição e gerar desafios durante a campanha eleitoral.

À medida que a corrida eleitoral se aproxima, a escolha do vice de Lula Soares continuará a ser um ponto focal de debate e especulação na política local. Como essa decisão influenciará o resultado das eleições e o futuro político de Assú? A resposta só virá com o tempo, mas uma coisa é certa: a disputa interna no PT está longe de chegar ao fim.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS