15 Jul 2024 Ellipse ATUALIZADO 09:02

Publicado

22/04/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

MORADORES DA ZONA RURAL DO ASSU SOFREM COM A FALTA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA

Temos recebido recorrentes relatos de populares que, apesar de contribuírem com a taxa de iluminação pública, vivem na escuridão.

A região do Sítio São Lucas e da Fazenda Coronel Carlos têm os seus postes fixados, mas sem as lâmpadas instaladas. Mesmo assim todos os meses a taxa referente a prestação de serviço de iluminação pública (não ofertado) vem sendo cobrado pela Companhia de Serviços Elétricos do Rio Grande do Norte, COSERN.

Manoel Plácido, secretário de Serviços Públicos do Assu, foi procurado pela população que insistentemente busca a resolução do problema.

“O meu irmão ia sempre a secretaria tentar resolver essa situação, e eles diziam que a comunidade estava na lista, mas até agora nada foi feito e a nossa região não foi atendida. Meu irmão morreu e não viu a luz nos postes.” Relatou uma moradora que prefere não se identificar.

Após ser questionado sobre os relatos e a situação da população que precisa da iluminação pública por direito, já que pagam por ela e também por motivos de segurança, facilidade de circulação a noite, entre outros, o secretário Manoel Plácido informou que irá verificar se o nome da comunidade consta na lista de atendimento.

Meses se passaram e até o momento nenhuma resposta foi dada.

Os moradores seguem vulneráveis ao descaso público e já não sabem mais a quem recorrer para que a situação seja resolucionada.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS