05 Mar 2024 Ellipse ATUALIZADO 07:55

Publicado

26/06/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Padre Fábio de Melo emociona em Assú e prega contra cristãos moralistas e tribunal da hipocrisia

Por Silvino Júnior, graduando em jornalismo (UERN), Assistente de Planejamento da Produção (SENAI) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

O show do Padre Fábio de Melo no último dia 24, no São João de Assú, emocionou o público presente, mas também serviu para provocar reflexões profundas acerca de pessoas que criticam e julgam o próximo, mas esquecem de olhar para os seus próprios erros e pecados. No cenário atual onde o falso moralismo tem reinado e os inquisidores do tribunal da hipocrisia decidem quem será salvo e quem vai ao inferno, o padre deixou a lição mais importante da noite. “O testemunho mais bonito que podemos dar como pessoas religiosas não são os sermões moralistas muitas vezes que nós fazemos, o testemunho mais bonito que nós damos, é quando a pessoa olha pra nós e diz: ali está uma pessoa feliz, que ama e é amada. É isso que eu desejo a você, que você ame muito, que você ame, ame e ame, porque é assim que sua vida vai valer apena”, declarou o padre durante a apresentação.

Com 25,9 milhões de seguidores no Instagram, o Padre Fábio de Melo pode ser considerado o “influencer” cristão mais seguido da rede social. Atrás dele, aparecem nomes do segmento evangélico, como Deive Leonardo; Cláudio Duarte e André Valadão.

A fala do Padre Fábio de Melo em Assú enaltecendo o amor ao próximo vem em um momento em que ele chegou a ter sua sexualidade questionada pelo pastor evangélico André Valadão, que dedicou o mês para pregar na Igreja da Lagoinha destacando que “Deus odeia o Orgulho (Gay)” e de outros discursos do tipo de que: “Deus ama o pecador, mas não ama o pecado”.

Padre Fábio de Melo chegou a dizer em resposta para André Valadão: “É bem provável que hoje, Jesus seria altamente reprovado por muitos que se dizem cristãos. Protegidos por um moralismo que advém das suas experiências pessoais, feridas emocionais não curadas, tendo a necessidade de um rigor extremo que atribui às exigências divinas, muitos cristãos ainda não entenderam que uma das causas da morte de Jesus foi justamente combater o rigorismo religioso que oprimia de um lado e favorecia a hipocrisia de um outro”, afirmou.

Na idade média e moderna, as pessoas consideradas perigosas pela igreja eram logo condenadas. O sermão do Padre Fábio de Melo chega em um momento importante, principalmente para todos os que assistiram seu show na praça do Alfiteatro. Não adianta apontar o dedo para o outro, se sua vida sai do foco. Não adianta dizer que ama o outro, se você antecipadamente já condena o outro.

Estamos sendo convidados a refletir sobre nossa vida. O Padre foi claro. Ame, porque é assim que sua vida vai valer apena. Não pense nesse texto como uma verdade que tento incorporar na sua vida, pense na mensagem pregada pelo padre e reforçada aqui. Ame, ame, ame. Ame você, ame o próximo. Lance fora o falso moralismo. Como diz na bíblia: “Por que observas o cisco no olho do teu irmão e não reparas na trave que está no teu próprio olho?”

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS