05 Mar 2024 Ellipse ATUALIZADO 04:50
Publicação

Prefeitura de Assú separa as pastas da Educação e Cultura

Publicado

09/04/2023

Atualizado

31/01/2024

Por Gicardson Lima, Graduado em Letras, Inglês e Português pela UERN, Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Uma luta que se alonga há 15 anos pela comunidade artística assuense finalmente está prestes a se tornar uma realidade. Estamos falando sobre o desmembramento entre as pastas da educação e cultura. Sempre submetida aos cuidados da Secretaria de Educação, a pasta da Cultura sempre foi subjugada às prioridades de várias gestões que estiveram a frente do executivo de Assú. Sempre deixada em segundo lugar, ou terceiro, quarto ou até mais adiante, falar de Cultura dentro das quatro linhas da Prefeitura sempre foi algo muito desafiador, independentemente quem fosse o Prefeito, pois nunca houve e não há interesse prioritário quanto as necessidades do setor artístico. Prova disso, é que a secretaria que comanda os festejos de maior representatividade cultural para o município de Assú, o São João, é a secretaria de Eventos, esportes e lazer. Enquanto isso, as ações direcionadas a pasta da cultura sempre ficam escondidas em algum canto da Praça onde acontece as festas juninas mais tradicionais do Rio Grande do Norte. É como se fosse um prêmio de consolação destinada a pasta cultural. O que torna o “fazer artístico” ainda mais complexo, e os artistas da terra que já têm uma árdua tarefa para se manter na ativa, ao procurar apoio por meio do setor responsável, terminam se frustrando mais ao se depararem com a impotência da seguinte secretaria. Muitos daqueles que estiveram a frente da Secretaria de Cultura sempre desempenharam a melhor forma de conduzir a pasta a partir daquilo que lhes eram colocados a disposição.

Agora, em 2023, está se desenhando um novo cenário, em que o setor cultural ganha destaque dentro do executivo federal e estadual, como a recriação do Ministério da Cultura e a iminente criação da Secretaria de Cultura por parte do Governo estadual. E assim, com essas premissas, o governo municipal vislumbra a possibilidade de criar sua própria Secretaria Municipal de Educação, quando no dia 30 de março o referido projeto que tem o executivo assuense como proponente foi a votação na Câmara dos vereadores, e com um placar de 9 a 6 o Projeto de Lei foi aprovado em Sessão Plenária. Diante disso, nos resta esperar os próximos passos a serem tomados pelo executivo de Assú, e agora resta saber quando a nova Secretaria entrará em vigor e quem serão os novos nomes a comandar a pasta.

Independentemente de quem será o novo secretário ou nova secretária, segue esperançoso os anseios de toda a comunidade artística local, que há muito tempo espera ter um papel de protagonista nos palcos da história cultural da Atenas Norte Rio Grandense.

Estamos observando.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS