17 Jun 2024 Ellipse ATUALIZADO 13:25

Publicado

29/12/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Secretaria de Educação abandonada e clima de perseguição marcam os últimos dias de 2022 na PMA

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Faculdade Bagozzi (Curitiba) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Quando o prefeito Gustavo Soares demitiu a secretária de Educação, Claudia Cezário, nesta semana, todas as atenções se voltaram ao Diário Oficial do Município na esperança de que, como se espera de um bom gestor, houvesse um nome que substituísse Claudinha para que se mantivesse o trabalho começado por ela.

Evidenciando sua pressa e sede de vingança, passou a semana, mas o prefeito ainda não substituiu nem deu indícios de indicações para a pasta e, após consultar algumas fontes, certificamos que nem mesmo a secretária adjunta, Amanda Borges, assumiu as funções pois, segundo servidores ouvidos, encontra-se de férias.

O caos instalado, dada as demandas não executadas na secretaria, não se restringe apenas à Educação. Outras pessoas ouvidas afirmam que o clima de bélico e persecutório toma conta de todas as pastas, numa verdadeira caça às bruxas. Neste caso, todas as pessoas ligadas ou que se aproximem de Fabielle Bezerra, vice-prefeita, estão sendo pressionadas, fazendo-as cogitar pedido de exoneração.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS