05 Mar 2024 Ellipse ATUALIZADO 08:20

Publicado

12/05/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

UMA ESTRADA PARA O PIATÓ

Por Pedro Henrique Farias (poeta e escritor)

Na manhã de hoje, 11/05, em mais uma ação em prol das comunidades do entorno da Lagoa do Piató, a Associação Comunitária Quilombola de Bela Vista Piató, realizou a entrega de ofícios à Prefeitura Municipal do Assú, reivindicando providências quanto a situação das estradas que dão acesso à comunidade, que em razão das chuvas estão intransitáveis e colocam em risco a vida da população, que não é de hoje que vem cobrando uma atitude do Poder Público. Além das estradas, a Associação cobra, ainda, que o município providencie iluminação para algumas localidades que estão completamente no escuro há muitos anos.

A presidente da Associação, Franciane Bezerra, nos relatou brevemente a situação: “Todo mês vem a cobrança, né? A taxa de iluminação pública. Quem tem a gente não faz nem questão, agora os outros que estão no escuro há muitos anos, e a gente não usufrui da iluminação pública. E outra coisa, pra onde tá indo esse dinheiro que vem cobrado? Poderia se comprar os braços e luminárias e colocar onde não tem, já que vem a taxa todo mês no nosso papel, e a gente não usufrui da iluminação. A estrada está só pela misericórdia, o ônibus da escola já quebrou duas vezes, e não só os da escola, mas outros carros que transitam aqui na comunidade”.

Em 27 de março, o Observatório da Várzea, por ocasião da publicação “O grito da Lagoa do Piató”, denunciou o descaso com as comunidades do entorno da Lagoa do Piató. O texto fez menção a outro ofício, elaborado pelo Grupo Lagoa Viva, com uma série de reivindicações, entregue no dia 25/03/2022 ao Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho (PL), que estava em agenda no município de Itajá.

O povo quer saber: quando vai haver vontade política para resolver os problemas das estradas e de iluminação das comunidades da Zona Rural do Assú, incluindo a RN-016?

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS