17 Jun 2024 Ellipse ATUALIZADO 14:24

Publicado

16/02/2021

Atualizado

31/01/2024
Publicação

UTI LOTADA E O REINO ENCANTADO DA DESINFORMAÇÃO NA CIDADE DE ASSÚ

Por José Guimarães, Licenciado em Filosofia pela Faculdade Vicentina (Curitiba), especialista em Pesquisa Acadêmica e Científica na Prática Docente, pela Faculdade Bagozzi (Curitiba) e Editor Chefe do Observatório da Várzea.

Quem costuma acompanhar os blogs que prestam serviço de informação em Assú deve ter percebido uma suavização no que diz respeito aos problemas crônicos que a cidade costuma enfrentar. Numa visão otimista da coisa, poderíamos imaginar que a gestão tem trabalhado para sanar os gargalos que cotidianamente faziam emergir notícias negativas. No entanto, para além de posts e matérias marqueteiras, muitos problemas ainda existem e, pior, são maquiados para parecer que a cidade vive um conto de fadas.

É o caso dos problemas com a covid-19 que, como todos sabem, se destacou em nosso município de maneira avassaladora e que nos rendeu a implantação da UTI específica para a pandemia. Neste caso, poderíamos estar contentes, ainda que de maneira estranhamente suspeita, pois teríamos uma assistência especial, em relação a outros municípios. Porém, sabemos que leitos de UTI não são suficientes para barrar uma pandemia. Deveria haver por parte do município, especialmente neste período de carnaval, uma maior intensidade na prevenção e punição de eventuais exageros quanto às aglomerações e descumprimentos de medidas sanitárias.

Embora não haja nenhum alerta à população e nenhuma informação no site da prefeitura (último boletim é do dia 11 de fevereiro até o final desta matéria), sabe-se que todos os leitos de UTI do Hospital Regional Dr. Inácio dos Santos estão comprometidos, o que nos leva a um patamar de preocupação ainda maior no pós-carnaval. Somando-se às incertezas quanto ao programa nacional de vacinação, a tragédia está anunciada em nossa cidade e, ao que tudo parece, as autarquias estão despreocupadamente curtindo o indispensável momento de descanso de carnaval em suas mansões a beira-mar.

Embora todas as evidências digam o contrário, sites e blogs que costumavam noticiar certos “incômodos” para a gestão municipal agora estão anestesiados com o “reino encantado” que se estabeleceu ao raiar de 2021. Fazendo largos elogios, desviam as preocupações como verdadeiro ópio que, além de prestar um desserviço à população, corrobora com teses da oposição que os acusa de suborno.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS