21 Feb 2024 Ellipse ATUALIZADO 06:20

Publicado

30/12/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Assu cai no ranking de maiores cidades do RN

Por Ayslann Tôdayochy, Mestre em Manejo de Solo e Água (UFERSA), Engenheiro Agrícola e Ambiental (UFERSA), Bacharel em Ciências e Tecnologia (UFERSA), Estudante de Engenharia de Produção (UFERSA) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresentou uma prévia do censo demográfico de 2022 realizado em todo o país. Com uma população de 207.8 milhões de habilidades (dado sujeito a ajustes) os números são menores do que aqueles que foram estipulados em 2021, que era de 213.3 milhões de brasileiros.

Trazendo o assunto para o cenário mais local, essa diferença para menos também ocorreu no estado do Rio Grande do Norte, onde os dados prévios mostram que o estado possui, aproximadamente, 3.304 milhões de habitantes, contra 3.561 milhões na pesquisa estimada pelo órgão em 2021. Se comparado os dados atuais com o do último censo, realizado em 2010, a população do RN reduziu cerca de 4%.

Os municípios que mais cresceram estão localizados na Região Metropolitana de Natal, onde, segundo dados do IBGE, o município de Extremoz foi o que obteve o crescimento mais expressivo, saindo de uma população de 24.5 mil habitantes em 2010, para 61.3 mil em 2022, o que representa uma variação positiva de 149,8%, configurando-o como o 7º município mais populoso do estado, desbancando as cidades-pólo do interior de Caicó e Assu, que agora ocupam, respectivamente, 8ª e 9ª posição no ranking.

Enquanto Caicó apresentou redução no número de moradores no município (-2,5%), Assú apresentou variação positiva de 6,1%, saindo de 53.277 mil habitantes em 2010, para 56.484 mil em 2022, o que fez com que ocorresse uma diminuição na diferença populacional entre os dois municípios, que em 2010 era de 9.482 habitantes para 4.687 moradores neste último levantamento. Apesar do crescimento, a cada novo censo, Assú tem perdido posições no ranking de maiores cidades (em termos populacionais) do RN para municípios da Região Metropolitana de Natal, o que demonstra um fortalecimento cada vez maior da referida região, com maior capacidade de atrair investimentos, empresas e, consequentemente, maior geração de emprego e renda, do que as cidades do interior.

Ainda segundo os dados do IBGE, outras cidades-pólo do interior como Macau, Nova Cruz e Currais Novos, também apresentaram redução no número de habitantes, assim como a capital do estado, Natal, que apresentou uma variação negativa de -6,4%. Por sua vez, Mossoró, que a anos vinha apresentando um alto crescimento populacional, cresceu apenas 1,7% nos últimos 12 anos, sustentando -por enquanto- a posição de segundo maior município do estado, podendo ser ultrapassado por Parnamirim, também na Região Metropolitana de Natal, nos próximos anos.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS