03 Mar 2024 Ellipse ATUALIZADO 12:15

Publicado

10/07/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Com lei Paulo Gustavo, o setor artístico de Assú movimentará mais de 500 mil reais

Por Gicardson Lima, Graduado em Letras, Inglês e Português pela UERN, Editor Colaborador do Observatório da Várzea

Finalmente as etapas burocráticas que giram em torno da Lei Paulo Gustavo chegam aos estados e municípios, quando no ano de 2023 traz um orçamento recorde para o setor cultural, valor esse que orbita o número de R$ 3,8 bilhões de reais. Esse recurso, além de inovar e abrir outras portas de oportunidade de emprego no audiovisual, ele também dará continuidade nos projetos que ficaram parados por falta de recursos. Essa verba tem, como fonte principal, recursos de dois fundos do setor: o Fundo Setorial do Audiovisual e o Fundo Nacional de Cultura.

Já se tratando em nível de Assú, a equipe da Secretaria Municipal de Cultura conseguiu em tempo hábil realizar todos os tramites de capitação ao recurso, o qual corresponde a R$ 522. 144,19. O qual terá 70% de seu total destinado a área do audiovisual, e 30% do montante será capitado por outros seguimentos.

Vale ressaltar que a Lei Paulo Gustavo vem com o objetivo de fortalecer as manifestações artístico-culturais, e dessa forma, poder promover diversas iniciativas que possam envolver os artistas e trabalhadores do setor cultural Assuense. Segundo a Secretária de Cultura, Yamara Santos, em entrevista cedida a uma rádio local afirmou que no dia 20 de julho será lançando edital que compreende a referida Lei, na ocasião, serão realizadas homenagens a personalidades assuenses. Portanto, para acompanhar as etapas que correspondem ao incentivo de Lei devemos ficar atentos às redes sociais que compreendem ao executivo assuense.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS