28 Feb 2024 Ellipse ATUALIZADO 21:26

Publicado

12/07/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

IVAN JÚNIOR DEVERIA REJEITAR PROPOSTA DE SER CANDIDATO A VICE-GOVERNADOR

Por Silvino Júnior, graduando em jornalismo (UERN), Assistente de Planejamento da Produção (SENAI) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

O ex-prefeito de Assú, Ivan Júnior, é cotado para ser o candidato a vice-governador na chapa de Fábio Dantas. Conforme tem informado a imprensa potiguar, a decisão oficial deve sair ainda esta semana. Ele seria um aliado de peso, dada a sua capilaridade na região do Vale e a inexpressividade e falta de carisma de Fábio, que sente dificuldades para atingir o patamar de 20% nas pesquisas de intenção de voto e avançar sua pré-candidatura ao governo do RN pelo interior do estado.

Faltando 82 dias para as eleições, Ivan Júnior é uma das peças principais na mesa de articulação do União Brasil e apesar de não exercer mandato atualmente, é uma liderança de oposição consolidada no cenário local e dispõe de uma militância sólida em Assú que embarcaria em seu projeto. Todavia, em política, a estratégia precisa sempre se sobrepor aos projetos e planos de curto prazo.

Ivan Júnior não conseguiu eleger seu sucessor Patrício Júnior à Prefeitura de Assú nas eleições de 2016; Em 2018, tentou uma vaga para deputado estadual, mas culminou na 30º posição com pouco mais de 23 mil votos; Em 2020, em sua tentativa de retornar ao poder executivo municipal, perdeu por uma diferença de cinco votos para o então prefeito Gustavo Soares.

O famoso ditado ‘’o tempo cura tudo’’ se equivale em política, porque as situações se rearranjam e novos aliados são recrutados e novos cenários desenhados. Não seria de bom tom para Ivan Júnior assumir a missão de ser vice-governador em uma chapa que ainda não vingou e se confirmando os resultados das pesquisas apontados até o momento, colocaria suas digitais em uma eventual derrota em primeiro turno, conjunção que seria explorada por seus opositores e que poderia trincar sua imagem e seu capital político.

Para Ivan, é momento de agir no tempo oportuno. Reposicionar sua imagem, proteger sua reputação, amplificar sua mensagem, materializar seu posicionamento e caminhar no processo eleitoral deste ano exercendo liderança, dinamismo, altivez e inteligência, sem precisar ocupar uma chapa, é o atalho que o quadro de agora demanda para se projetar a voos maiores. Caso siga em caminho contrário, é aceitar os riscos e sucumbir às adversidades.

O tempo é senhor da razão e aliado de todo político que sabe usar. Ivan sabe da possibilidade de uma eleição suplementar em jogo e que seu cacife eleitoral se encontra no meio do tabuleiro. Votar em Fábio Dantas é diferente de se submeter a decisões partidárias e participar por 45 dias de um cenário de incertezas ao lado de Fábio Dantas.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS