03 Mar 2024 Ellipse ATUALIZADO 13:09

Publicado

02/01/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Lula vai dificultar criação de novos clubes de tiro em Assú e atingir setor pró-armas

Por Silvino Júnior, graduando em jornalismo (UERN), Assistente em Planejamento da Produção (SENAI) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

A cidade do Assú conta atualmente com dois clubes para aprimoramento de métodos e práticas de tiro esportivo. O Clube de Tiro Assú (CTA), abriu em 2020 no município, já com Bolsonaro como presidente na época. E a Associação de Tiro Assuense (ATIRA), que surgiu ainda durante o segundo governo Lula em 2008. Mas esse tipo de empreendimento deve ser impactado tanto na terra dos poetas como em todo o país, com as novas medidas adotadas pelo presidente eleito.

Em maio de 2022, membros do Clube Atira Assú se encontraram com o deputado estadual Coronel Azevedo, em um encontro que tinha como pauta “o conservadorismo e a luta em defesa de princípios e valores”. A bandeira pró-armas sempre foi levantada por Bolsonaro e conquistou apoios de boa parcela dos que frequentam essas escolas de tiro.

Lula estreou o ano de 2023 tomando posse para seu terceiro mandato e assinando um decreto que suspende o registro de novas armas de CACs (Caçadores, Atiradores e Colecionadores) e também barra a autorização para novos clubes de tiros por pelo menos cinco meses. Também está suspenso o chamado “tiro recreativo”, que permitia pessoas sem porte de armas ou sem registro de CACs irem aos estabelecimentos praticar disparos apenas por diversão.

O novo Ministro da Justiça e Segurança do Brasil, Flávio Dino, já declarou que não vai perseguir clubes de tiro, que não há planos para fechar os espaços ou retirar licenças de atiradores esportivos. Mas que vai propor o recadastramento dos clubes e o relicenciamento de CACs para reduzir irregularidades existentes.

Dino declarou em dezembro que também pretende evitar fraudes que têm ocorrido, como de pessoas andar com arma pela rua fingindo que está indo treinar em um clube de tiro. Hoje, os caçadores, atiradores esportivos e colecionadores, podem andar com as armas carregadas até o clube de tiro em qualquer horário do dia.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS