15 Jul 2024 Ellipse ATUALIZADO 07:37

Publicado

20/08/2022

Atualizado

31/01/2024
Publicação

O ASSUENSE DOM MAGNUS HENRIQUE LOPES ANUNCIA UMA BOA NOTÍCIA NO SERTÃO DO CARIRI

Por Tállison Ferreira, poeta, escritor e filósofo. Graduado em Filosofia (FAHS), Especialista em História e Cultura Afro-brasileira e Indígena (UNINTER), Mestre em Educação (UFRN) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

O Sumo Pontífice, o Papa Francisco, autoriza a abertura do processo de beatificação do Padre Cícero Romão Batista, que passa a ser Servo de Deus. O anúncio foi feito na manhã deste sábado pelo Bispo da Diocese de Crato/CE, o assuense, Dom Magnus Henrique Lopes. Este feito histórico reafirma o quanto a Igreja Católica de Assu tem permanecido na vanguarda dos pobres e oprimidos, levando ao mundo por meio dos seus filhos, auspiciosas mensagens que alegram o nosso povo sofrido, que se mantém firme na fé.

DO PROCESSO DE BEATIFICAÇÃO

Uma vez instaurado o processo de beatificação a Igreja Católica declara a pessoa Servo(a) de Deus, e aguarda um milagre para que seja validado o estatuto de Beato àquele(a) a quem a Igreja declarou Servo(a). Após esse reconhecimento, inicia-se o processo de canonização, sendo necessário também, um milagre. Todo esse processo pode levar alguns anos, até décadas.

DETALHE

Muitos fiéis católicos já pedem a intercessão do Padre Cícero… Fazem promessas ao “Santo” e rumam ao Juazeiro/CE para agradecerem as graças alcançadas. Em muitas igrejas, sobretudo, no estado do Ceará, imagens ornam os altares, mas oficialmente Padre Cícero não é reconhecido SANTO pela Santa Sé.

POR QUE PADRE CÍCERO AINDA NÃO É SANTO?

“O relógio marcava 5h da manhã da primeira sexta-feira da Quaresma, dia 01 de março de 1889 e uma hóstia se transforma em sangue na boca de uma “beata”. Era Maria de Araújo.

Seria um milagre ou uma história de charlatões? Aquela pequena comunidade ainda praticamente rural em sua totalidade, se transforma com o acontecido, a notícia corre rapidamente por onde hoje é Juazeiro do Norte (CE), o Cariri cearense borbulha com a novidade que se repetiu por algumas vezes. O povo acreditava em milagre.

A partir daí se desenvolve um estudo, um processo canônico e pastoral em torno da pessoa e da missão do Padre Cícero Romão Batista e a Igreja no Brasil, e até o Papa Leão XIII não fica ao seu lado e o suspende de suas atividades. Porém, multidões continuavam a procurar o “Padim”, “Padim Pade Ciço”.

Entre idas e vindas, a idade chega e o Padre Cícero morre em 1934, suspenso nas suas ordens, impedido de exercer o seu ministério pastoral e sacerdotal.

Diante de todo o tempo, a história mostra que, mesmo assim, ele permaneceu sendo uma presença de Deus na acolhida daquele povo sofrido que habitava, e ainda habita, o interior do nordeste brasileiro e em nenhum momento se voltou contra a Igreja.

A alma, os ensinamentos, a presença ainda é viva, mesmo após passados 87 anos do seu falecimento.

Diante disso, foi se estabelecido tanto por Roma, como também da Igreja local, uma reconciliação. Em 2015, o Santo Padre Papa Francisco escreve uma carta reconciliação histórica por ocasião do Ano da Misericórdia” (GOIS, 2021).

Estamos observando…

Fonte: Por que Padre Cícero ainda não é Santo? A12 Redação. Matéria veiculada pelo Portal A12, em 04 de novembro de 2021.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS