24 Jun 2024 Ellipse ATUALIZADO 22:13

Publicado

30/07/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Potiporã: Relato de abuso de poder no trabalho e acusação de crime ambiental em 2014

Por Silvino Júnior, graduando em jornalismo (UERN), Assistente de Planejamento da Produção (SENAI) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

A empresa de industrialização e venda de camarões congelados localizada em Pendências, Potiporã, já foi acusada por mais de 400 moradores no ano de 2014, em virtude do mau cheiro exalado de uma lagoa próxima das residências no município. Ontem (29), após o vazamento de gás amônia durante o expediente na corporação, diversos funcionários precisaram ser encaminhados para os hospitais da região e uma mulher residente de Ipanguaçu se encontra entubada em Mossoró.

24 horas após o incidente, a empresa se pronunciou e soltou uma nota de esclarecimento em suas redes sociais onde afirma que durante o episódio, praticou todos os procedimentos de segurança e que tem garantido a assistência necessária para as vítimas.

Uma ex-funcionária que prefere não ser identificada, me relatou que o bem-estar dos colaboradores não são preservados pela empresa. Ela pontuou que na maioria dos meses os empregados são forçados a trabalhar por mais de 10h, que há limitações para o uso do banheiro, que servidores em posição superior abusam do poder, exercendo autoridade desproporcional, seja pressionando e exigindo produtividade e trabalho em condições prejudiciais, seja adotando piadas invasivas.

Em contato com Felipe Vaccari, proprietário de uma empresa especialista em refrigeração industrial, ele me explicou que o gás amônia quando inalado e dependendo do tempo e nível de exposição, pode provocar irritações leves, dificuldades respiratórias e até edema pulmonar. Em contato com a pele e em altas concentrações, a amônia pode provocar necrose dos tecidos, queimaduras graves e até levar a morte.

Estamos observando…

Foto: Hiury Queiroz

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS