22 Feb 2024 Ellipse ATUALIZADO 00:35

Publicado

01/06/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Prestação de contas: 68 mil em papel e cafezinho, compras do ex-presidente da Câmara de Pendências

Por Izabely Rodrigues, licenciada em Química pela UFRN, professora da rede privada e Editora Colaboradora do Observatório da Várzea

Que a transparência é o meio para o controle e fiscalização dos gastos públicos nós já sabemos e, que é de fundamental importância que os dados sejam públicos, para que o povo tenha conhecimento da maneira e onde o dinheiro público é utilizado. A luta pela transparência em Pendências inicia-se pela permanência dos portais de transparência da Câmara Municipal e Prefeitura Municipal no ar, vencendo isto, o embate é em relação a ausência de dados. Entretanto, quando estamos diante dos dados e nos debruçamos sobre os números, eles nos assustam.

De acordo com os dados do portal de transparência da Câmara Municipal de Pendências, que foram apresentados ao Tribunal de Contas do Estado – TCE-RN, o ex-presidente da Casa Legislativa da Flor do Vale, Alexandre Montenegro (MDB) deixou em estoque um montante de R$54.082,99 (cinquenta e quatro mil, oitenta e dois reais e noventa e nove centavos) relativo a material de consumo e expediente, assim como R$14.033,61 (quatorze mil, trinta e três reais e sessenta e um centavos) relativo a gêneros alimentícios, totalizando o valor de R$68.116,60 (sessenta e oito mil, cento e dezesseis reais e sessenta centavos).

No portal não há o detalhamento do que seria o material de expediente, que consta em estoque no valor de R$54 mil reais, ora, não seria o papel o material mais utilizado nos expedientes da Casa? Imaginar parte desse valor desmanchado em resma de papel nos assusta. Há um ditado popular antigo citado pelos mais experientes de que “em papel cabe tudo”, será que cabe tudo isso em papel? ou melhor, será que no papel cabe tudo isso?

Para além dos materiais de expediente, há mais um dado que necessita ser explicado, R$14 mil reais em gêneros alimentícios, ora, o cafézinho e a água mineral servidos nas sessões custam tudo isso? E mais, onde estão estocados esses alimentos? Haja café para deixar esse povo acordado e bastante açúcar para adoçar a vida da bancada do prefeito, pois os rumores são de que os próximos dias serão tensos e amargos para os que fogem e correm da transparência.

Há muita coisa para o ex-presidente Alexandre Montenegro esclarecer, são muitos dados postos no portal que necessitam de esclarecimentos. O líder de oposição e atual Presidente do PSB de Pendências Paulo Barreto, protocolou ofícios solicitando ao atual Presidente da Câmara Municipal José Adailton (MDB), esclarecimentos acerca destes dados, requerendo cópias dos comprovantes de pagamentos dos materiais e alimentos que estão estocados sabe Deus onde, que somam mais de R$64 mil reais. Os dias estão nublados para o ex-presidente, há muito o que ser explicado e esclarecido ao povo, mas fica o questionamento: e o assessor contábil que registrou um balanço desse nível no portal? Onde ele está? Já que, sem a presença do contador não seria possível publicizar os dados, sairia o mesmo impune?

O sentimento que prevalece é de que estão se deliciando das últimas fatias do grande bolo recheado chamado Pendências, os balões verdes da grande festa estão secando, a mesa farta e repleta de companheiros está se esvaziando, as máscaras começaram a cair e a festa chegando ao final. A transparência será o meio que revelará a quem entregamos o destino de mais de 15 mil habitantes, e adianto, que não estaremos satisfeitos quando as máscaras por fim caírem. Contamos com o tempo, que é redentor e remediador. Não esqueçamos que, O TEMPO NÃO PARA…

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS