20 May 2024 Ellipse ATUALIZADO 02:37

Publicado

09/06/2023

Atualizado

31/01/2024
Publicação

Show de cores, elenco primoroso e história envolvente: Auto de São João Batista brilha na estreia

Por Silvino Júnior, graduando em jornalismo (UERN), Assistente de Planejamento da Produção (SENAI) e Editor Colaborador do Observatório da Várzea.

Com uma grande estrutura física, o Auto de São João Batista retornou após cerca de 10 anos para a programação dos festejos religiosos de Assú. A trajetória do precursor de Jesus foi contada na Praça do Alfiteatro nesta quinta-feira (08) e segue até sábado (10) ovacionada por resgatar a tradição e valorizar a cultura local. O espetáculo a céu aberto contou com o esforço de várias mãos, impressionou pela riqueza de detalhes na cenografia, sonoplastia, iluminação e demais elementos cênicos presentes, além de revelar grandes talentos da cidade.

Padroeiro de Assú, São João Batista foi homenageado à altura com o espetáculo que mostrou que chegou para ficar. O ícone católico conta com uma história emocionante, é o último dos profetas, era a voz que anunciava a chegada do Salvador e viveu no deserto com a intenção de pregar para que as pessoas se arrependessem dos seus pecados.

Sob a direção de Diana Fontes, que exala competência e experiência em projetos socioculturais, como o Chuva de Bala em Mossoró, o espetáculo teatral de São João Batista cumpriu com a missão de ser marcante e também se destacou por envolver e reconhecer os atores e prestadores de serviços da cidade do Assú, como prometeu a produtora ainda na fase inicial do projeto este ano.

De acordo com a Prefeitura do Assú, o projeto gerou 140 empregos diretos e impactou mais de 2 mil pessoas indiretamente com o fomento dos serviços da rede hoteleira da cidade e restaurantes ao longo dos 40 dias de produção.

Com um investimento de 350 mil reais, o espetáculo que reuniu 33 artistas assuenses no elenco brilhou com um moderno sistema de iluminação, uma narrativa bem didática, um elenco bem preparado e um figurino minuciosamente bem elaborado e condizente com os aspectos dos personagens.

Com espectadores atentos, o espetáculo foi um sucesso de público, todas as mil cadeiras disponibilizadas pela Prefeitura do Assú foram acomodadas e todo o trecho ao redor do espaço montado também foi preenchido neste primeiro dia.

O projeto que vinha sendo discutido desde fevereiro, quando a Cultura ainda era vinculada à Secretaria de Educação, contou com o suor e a dedicação de Amanda Borges, Paulo de Sá Leitão e toda a equipe técnica da época, que atuou diretamente para a construção, realização e bom êxito do evento, que não sofreu em sua abertura erros ou imprevistos que comprometessem a grandiosidade da apresentação.

Foi um evento chamativo, organizado, com uma logística eficiente e que transcorreu como vinha sendo idealizado. Parabéns aos envolvidos!

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS