23 Feb 2024 Ellipse ATUALIZADO 08:07

Publicado

30/09/2023

Atualizado

31/01/2024
Pendências

Convenção do MDB Pendências: palanque político recheado de ex-opositores

Por Izabely Rodrigues, licenciada em Química pela UFRN, professora da rede privada e Editora Colaboradora do Observatório da Várzea

Neste sábado, 30 de setembro de 2023, Pendências se tornou palco de uma convenção do Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Na oportunidade, estiveram presentes o vice-governador do estado Walter Alves (MDB) e o prefeito Flaudivan Martins (MDB), que é um dos nomes do partido no município de Pendências. Entretanto, o que chamou a atenção não foram os rostos que são corriqueiros ao lado da prefeito Flaudivan, mas os que em palanque não eram vistos lado a lado. Com apertos de mãos e aplausos, foi recebido o ex-candidato a prefeito da oposição de Pendências, Gustavo Queiroz, e seu candidato a vice-prefeito, Carlos Montenegro. Gustavo, por anos, disponilizou seu nome como candidato de oposição, acreditava que Pendências precisava de mudança, mas hoje está junto ao prefeito Flaudivan, o qual, na última campanha eleitoral, esteve junto ao candidato do PCdoB na chapa de oposição. Agora, os políticos dividem o mesmo palanque e a mesma cor de camisa.

Não paramos por aí, há outros rostos que um dia clamavam por mudança e por uma Pendências de esperança, mas que hoje descansam e silenciam debaixo das grandes asas do bacurau, como o ex-vereador Gilberto, o ex-vereador Valdemar e a atual vereadora Wellyedna, que até poucos meses atrás, era oposição na Casa, na qual lutava pela transparência como meio de controle dos gastos públicos e ainda fazia parte do agrupamento político do líder de oposição Paulo Barreto (PSB).

Pendências continua enfrentando os mesmos problemas de sempre, as demandas permanecem as mesmas. Enquanto povo, é imprescindível questionar a essa classe política: quais são os motivos para tantos ex-opositores estarem hoje de braços dados com o Prefeito contra o qual bateram no peito anteriormente alegando que não era o que Pendências de fato precisava?

Ora, sempre estivemos acostumados com opositores que, minutos após resultados das urnas, partiam para Natal e retornavam na próxima campanha eleitoral. Entretanto, as peças desse grande jogo de xadrez não retornaram ao jogo para o seu lado inicial. A oposição de Pendências ainda possui uma peça-chave que coloca o “rei” em xeque, e não existirão peões suficientes que impeçam o xeque-mate: Paulo Barreto (PSB) não se dobra para a classe política, segue como opositor desde o primeiro dia após o resultado das urnas, com suas jogadas de mestre, em busca do xeque-mate.

Estamos observando…

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    POSTS RELACIONADOS